Recentemente, talvez até por conta da crise que assola a Europa algumas escolas de negócios ditas “top” têm feito atos típicos de bandidagem e falta de vergonha na cara. Eu, que tenho trabalhado com pessoas que procuram escolas de elite há algum tempo, tenho recebido notícias incríveis de escolas que se dizem de primeira linha (para mim, estão deixando de ser).
Nos últimos anos, identifiquei pelo menos 3 escolas entre as 20 melhores da Europa que estão correndo com processos de admissão dos candidatos para dar-lhes admissão rapidamente no começo do ano. Até aí tudo bem, isso não seria problema, se não fosse o caso de estas escolas também escreverem e telefonarem para o candidato em seguida, propositalmente antes que saiam os resultados das outras escolas dizendo que se eles não fizerem o pagamento da matrícula em 10 dias serão desconsiderados para o programa (isso é obviamente mentira).
Estive pesquisando. Curiosamente, duas têm origem religiosa. Uma delas, de origem jesuíta e também localizada na Espanha (não confundam com a escola do pessoal do Opus Dei que é bem mais direita embora também tenha origem religiosa), chega a colocar um grande “compromisso” com a responsabilidade social em sua página de internet:
cheating.jpg
“La misión de ESCOLA X es impulsar la docencia y la investigación en los ámbitos de la dirección de empresas y del derecho, a fin de contribuir a la formación científica, social y humana de personas que se caractericen por un elevado nivel de competencia profesional y por una plena conciencia de su responsabilidad en el desarrollo de una sociedad que promueva la dignidad de las personas, en el marco de las tradiciones humanistas y cristianas, y en un contexto de diálogo intercultural.”
Baita cara-de-pau! Esta missão deve estar escrita numa cola como a da mão acima.
No IE (http://www.ie.edu), por outro lado, já participei de reuniões para discutir este assunto da matrícula e sempre chegamos à conclusão que devemos liberar os candidatos de pressões desnecessárias, quem quiser vir virá. Pressões de deadlines, pressões de burocracias inúteis e pressões para realização de matrícula não existem por lá. Na verdade, uma vez admitido, o candidato têm até 2 anos para se matricular e ninguém vai ficar importunando ele contando mentiras pra fazer ele se matricular.
O que mais me aborrece nesta história, na verdade, é que estas Escolas brincam com as vidas das pessoas, fazendo com que elas tenham que se matricular logo no início do ano por motivo nenhum, apenas evitar que elas ingressem em outras escolas melhores depois de aceitas. Pessoas são enganadas, de verdade, literalmente, e isso é muito mesquinho.
Aproveito o gancho para citar Richard Dawkins (wikipedia: em pesquisa de 2005, sobre os maiores intelectuais da atualidade, Richard Dawkins ficou com a terceira posição, atrás somente de Umberto Eco e Noam Chomsky):
“Um dos efeitos verdadeiramente negativos da religião é que ela nos ensina que é uma virtude satisfazer-se com o não-entedimento.”; “Se a morte é o fim de tudo, então viver é tudo.”; “A razão pela qual a religião organizada merece franca hostilidade é que ela é poderosa, influente, isenta de impostos e, além disso, sistematicamente transmitida a crianças que não têm idade suficiente para se defender.”

Deja un comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

clear formSubmit