*POR FABIO COLELLA

Puerta del Sol

Semana santa na Espanha e um recesso escolar de dez dias, ótimo para conseguirmos arrumar o apartamento após a mudança e curtir Madrid. Passamos a segunda-feira toda em casa fazendo a faxina e colocando tudo no lugar, conseguimos deixar tudo bem organizado e ainda sobrou espaço para nossos livros e materiais da IE. Foi bom também usar este dia para a arrumação porque o tempo estava chuvoso e frio, a temperatura caiu para baixo dos dez graus de novo.

Catedral de la Almuneda

Conseguimos ainda sair para passear a noite, fizemos um passeio bem turístico, começando pela Puerta del Sol, depois fomos até o Teatro Ópera que está espetacular. Quando vim para Madrid em 2009, o entorno dele estava em reformas e pouco pude ver, desta vez consegui me deleitar com sua arquitetura e seu tamanho. Depois disso a direção era o Palácio Real, com sua iluminação noturna espetacular, que o faz mais imponente ainda. Pelo caminho, a parada obrigatória nos jardins do palácio, que mesmo durante a noite merecem ser vistos. Agora preciso visitar o palácio durante o dia, para poder conhecer a exposição permanente do museu. Ao lado do palácio, temos a Catedral de La Almudena, que foi construída séculos depois da primeira tentativa de construção em 1561. A Catedral tem uma riqueza de detalhes que faz qualquer um ficar parado observando-a sem vontade de sair de lá.

Plaza de la Villa

Já completando o tour noturno, nosso último destino seria a Plaza Mayor, com uma parada antes na Plaza de La Villa. Passamos por ali por volta das 22h30min e a movimentação na cidade era a mesma do horário do almoço. Jovens, idosos e famílias inteiras desfrutando dos bares e restaurantes do centro da capital. Seguimos nosso caminho e Madrid nos ofereceu uma grata supresa… O Mercado de San Miguel! Em um local meio escondido entre a Plaza de La Villa e a Plaza Mayor, existe este mercado todo de vidro com opções de comida e bebida para todos os gostos e bolsos. Como estava para fechar, ficamos pouco tempo, mas iremos voltar com certeza. Chegando na Plaza Mayor, pouco pudemos ver. Tudo já estava fechado e apenas fomos jantar no Museo del Jamon, onde (quase) tudo é um euro.

Museo del Jamón

A semana toda, eu fiquei intercalando meus dias entre visitar museus, sair à noite com a Tati ou com o pessoal do curso e fazer esporte nos parques. Descobri a cada dia um pedaço do nosso bairro, Chamberí, e tudo o que posso fazer nele. Mais no final da semana, eu e a Tati resolvemos ir a um outlet para comprar algumas coisas que faltavam de roupa para frio e depois estudar um pouco. Foi quando tomamos um susto… Apenas para o primeiro dia de aula tínhamos em torno de cem páginas para ler, entre livros e artigos, sem contar os outros três dias da semana. No domingo de páscoa já tínhamos dois eventos marcados e confirmados, o que significava o sábado e a segunda para ler tudo. Enfim deu tudo certo, terminamos de estudar agora mesmo e vou dormir para estar bem disposto para o primeiro dia.

Espero que estejam gostando da minha jornada, que continuem lendo e divulgando o blog!

Grande abraço

One thought on “Semana 4 – Dez dias de calmaria antes da tormenta

  1. Continuo acompanhando e curtindo muito suas notícias sim! É muito gostoso ir acompanhando suas descobertas !
    Mande um beijo para Tati! Beijão prá vc!

Deja un comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

clear formSubmit