De acordo com uma pesquisa da consultoria Nielsen/NetRatings, cerca de 95,5 milhões de internautas já navegam por conexões de banda larga nos Estados Unidos.
por Alexandre Barbosa
SÃO PAULO – Se no Brasil o número de usuários de banda larga patina em torno de 3, 4 milhões de usuários, nos EUA já são quase 100 milhões de pessoas. Lá, num mercado em que quase 2/3 dos internautas navegam por conexões de banda larga, os consumidores se beneficiam da competição que derruba os preços de serviços DSL para cerca de US$ 15 mensais.
Com mais velocidade de conexão, os usuários tendem a ficar mais tempo online, gastando cerca de 30 horas online por mês contra 25,5 horas em 2003.
Os números se referem aos dados de 2005 e foram apurados pela consultoria Nielsen/NetRatings, mostrando um crescimento de 28% em relação a 2004 no número de usuários de banda larga, chegando a 95,5 milhões de usuários.
Também colaborou para esta expansão a maior disponibilidade de conteúdos como música e vídeo, o que estimulou os usuários a migrarem das conexões discadas para links mais velozes. Nos EUA, 74% da população têm acesso à internet.