POR FABIO COLELLA

Depois de muita correria nos últimos dias no Brasil, finalmente embarcamos, tivemos um vôo muito tranquilo e chegamos a Madrid, muito conhecida por sua agitada e intensa vida cultural e boêmia. Nossa data de chegada foi sábado, dia 17/03/2012.

Fomos direto do aeroporto para o aparthotel que reservamos (muito próximo da IE). Deixamos nossa coleção de malas no quarto e fomos direto conhecer a escola, com aquela ansiedade de uma criança que vai para a escola para o primeiro dia de aula! O que não sabíamos é que este sábado era o primeiro dia do feriado prolongado do dia dos pais e tudo que estava aberto na escola era a biblioteca.  Queríamos já comprar um celular e começar a procurar apartamentos… Primeira lição em Madrid: feriado prolongado significa 95% da cidade fechada.

Depois do feriado, dia da cerimônia de abertura. O evento foi realizado na cidade de Segóvia no campus da IE Universidade. A agenda incluía um café de recepção para networking, neste momento recebemos os crachás com nossos nomes e nacionalidades e todos puderam vivenciar a diversidade da turma. Na sequência, tiveram início as palestras do reitor da IE, do vice-reitor, do responsável pelo IMBA, de diversos diretores de áreas de apoio ao aluno, além da convidada especial para a abertura Lucy Marcus, CEO da Marcus Venture Consulting. Palestras com diversos pontos de reflexão para os recém-chegados e que nos apresentaram a questão que deve povoar nossas mentes ao longo da transformação desses treze meses: “Porque não?”. Ao final do evento, fomos convidados a almoçar no restaurante José Maria, passagem obrigatória quando visita-se a cidade e que serviu para dar continuidade no networking e aproximação dos alunos.

De quarta até sexta tivemos período de orientação, que é como um aquecimento para as aulas, com diversas sessões sobre o dia a dia do campus e com uma prévia de como serão as aulas e o trabalho em grupo. Fomos apresentados para “La curva”, para o método de caso, para o código de ética da IE e para o programa LAUNCH. O que mais nos impressionou é a preocupação da escola em receber bem o aluno, em orientá-lo da melhor maneira possível para que todos comecem o curso com o mesmo mindset e em disponibilizar instalações com ótima qualidade. Ao final do primeiro dia, um coquetel de recepção aos novos alunos foi oferecido pela escola.

A semana ficou dividida basicamente entre a agenda da escola e a busca por apartamentos, além da necessidade de adaptação à enxurrada de mudanças que começamos a experimentar (fuso, clima, alimentação, diferentes línguas e perfis de pessoas). Apenas no sábado conseguimos tempo para passear no parque Santander e aproveitar o dia mais quente desde que chegamos.

O último ponto marcante da semana foi a reunião de todos os brasileiros da turma, conseguimos nos conhecer, saber da história de cada um e até mesmo descobrir mais alguns, além dos que já sabíamos que estariam por aqui.

Deixo nosso abraço a todos que dividirão conosco esta jornada que tenho certeza afetará cada um de nós de maneira única. Até a próxima semana…

Comments are closed.