Traduzido por Newton Campos (Título original: Spain has 4 of world’s best 100 MBA programs)
Londres, Jan 28 (EFE) – Quatro escolas de negócios espanholas estão entre as 100 melhores escolas do mundo de acordo com o último relatório anual de MBA’s publicado nesta segunda-feira pelo jornal Financial Times.
No ranking deste ano, além do IE Business School, classificado como a 8ª principal escola do mundo, estão os programas do Iese Business School, 11ª posição, Esade Business School, 21ª posição e Eada, que ficou na 95ª posição.
No topo do ranking, tal como nos últimos 3 anos, ficou a escola de negócios Wharton da Universidade da Pensilvânia, seguida pela London Business School, Columbia Business School, Stanford University’s Graduate Business School e Harvard Business School.
Na Europa, o IE ficou com a 3ª colocação, enquanto o Iese ficou na 5ª, Esade em 9ª e Eada na 25ª.
O IE foi classificado como a melhor escola de negócios do mundo na área de Comportamento Organizacional (Organizational Behavior) e como a segunda melhor no campo de Responsabilidade Social (CSR Corporate Social Responsibility).
Outras áreas nas quais o IE ficou classificado como uma das 10 melhores escolas do mundo foram Empreendedorismo (5ª), International Business (6ª), Economia (7ª), Tecnologia da Informação (8ª), Estratégia (9ª) e Marketing (9ª).
O Iese por sua vez, ficou como uma das 10 melhores em Salários em Consultoria (7ª) e em General Management (10ª).
O Esade também conseguiu entrar na lista das 10 melhores do mundo em duas categorias: Responsabilidade Social (6ª) e Marketing (8ª).
Os alunos formados pelo IE – 93% destes encontraram trabalho em menos de 3 meses após o término do programa – recebem uma média salarial anual de 124.600,00 dólares (84.578,00 euros).
Os alunos formados pelas quatro escolas de negócio espanholas viram seus salários aumentar entre 200% e 250% com relação aos seus salários antes do MBA.
Além disso, 36% dos alunos formados pelo IE são mulheres, enquanto 28% dos ex-alunos do Iese são mulheres, 34% dos formados pelo Esade e 40% dos formados pela Eada são mulheres.
Entre as escolas espanholas a Eada tem a maior porcentagem de alunos estrangeiros com 9&% de seus alunos vindo de fora da Espanha.
Ela é seguida pelo Esade, com 82%, Iese com 80% e IE com 75%.
O Esade se destaca de seus competidores locais e internacionais por requerer que seus alunos falem dois idiomas estrangeiros além do idioma usado em sala de aula. EFE

Deja un comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

clear formSubmit