*POR FABIO COLELLA

Ida a Santander

Palacio de la Magdalena

Esta semana o assunto é só sobre o feriado da ponte de maio, quer dizer, vou falar sobre o Startup Day mas será o único assunto do IE. Como havia dito no último post, tivemos um feriado prolongado de cinco dias e fomos para o norte da Espanha. Juntamos um grupo de sete pessoas, alugamos dois carros e estávamos um pouco sem rumo, apenas sabíamos a direção da bússola: Norte.

Santander ensolarado

Acabamos decidindo começar a viagem pela cidade de Santander na Cantabria. Cidade de praia, muita história e paisagens maravilhosas. Apenas um problema, a previsão do tempo para o feriado que era de chuva e tivemos uma boa amostra na estrada durante o caminho. O primeiro dia em Santander foi de muito frio e água, mas resistimos e visitamos os principais pontos turísticos da cidade. O farol era uma das vistas mais bonitas, mas estávamos sem visibilidade. Depois fomos ao cassino e ao palácio de verão construído pela população e doado ao rei Alfonso XIII da Espanha. No terreno do palácio existe um zoológico com pinguins, leões-marinhos e focas e jardins muito bem cuidados. Terminamos o primeiro dia com um jantar em um dos restaurantes mais tradicionais da cidade sem saber que estávamos entrando em um lugar assim, ótima comida e preço mais do que justo.

O dia seguinte amanheceu com sol e por este motivo, voltamos para as paisagens de maior visibilidade para tirar fotos melhores. Depois disto continuamos a viagem pelo litoral da Cantabria, começamos com San Vicente de la Barquera, passamos por Comillas e terminamos em Santillana del Mar. A paisagem de San Vicente impressiona pela mistura de praia com montanhas coberta de neve, além disso o centro antigo da cidade é medieval e é um passeio imperdível morro acima. A próxima cidade, Comillas, além da parte histórica, tem El capricho de Gaudí. O projeto foi uma encomenda do marquês de Comillas a um então desconhecido e jovem artista. Finalmente chegamos a Santillana del Mar, que além de possuir a caverna Altamira com as inscrições humanas mais antigas já encontradas, é conhecida na região como a cidade das três mentiras. A primeira é que ninguém lá é santo, a segunda é que não é uma cidade de planície (llana) e a terceira, não tem mar, está no meio da serra. A cidade é toda medieval e foi construída entre o século XIV e XVIII. Depois fomos para o país basco, conhecemos Donostia (San Sebástian) e Bilbao. Paisagens muito diferentes, cidades maiores e mais caras e um museu com arquitetura espetacular, o Guggenheim.

San Vicente de la Barquera

El Capricho

 

Voltando à escola, tivemos mais um evento organizado pelo clube de empreendedorismo, o Dia de Apresentação de Novas Empresas de Alto Crescimento que procuravam estagiários dentre os alunos de MBA para ajudar com algum desafio que a empresa está enfrentando. O evento trouxe empresas de diversos países e propostas interessantes para alunos que buscam estágios em diversos setores, marketing, finanças, comercial e estratégia. O único ponto negativo foi descobrir que eu não poderia, pelo menos oficialmente, conseguir um estágio neste momento, a proposta deles era para alunos que ingressaram em Novembro.

Mais uma semana se foi e aproveitamos para tirar o stress acumulado. Agora com a bateria recarregada, temos fôlego para mais correria. Abraços a todos!

 

Deja un comentario

Your email address will not be published. Required fields are marked *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>

*

clear formSubmit